Brasil Mensalão: Pedro Corrêa pega mais de nove anos de prisão; regime deve ser fechado

O Supremo Tribunal Federal (STF) terminou, por volta das 18h15 desta segunda-feira (26/11), mais uma sessão sobre o cálculo das penas dos réus do mensalão. Hoje, os ministros fizeram a dosimetria de cinco réus: Valdemar Costa Neto, Pedro Henry, Bispo Rodrigues, José Borba, Romeu Queiroz e Pedro Corrêa.

Compartilhar – Ana Letícia Leão – Diego Abreu – Correio Braziliense – Outras penas do mensalão – 26/11/2012 18:28

Os quatro primeiros se livraram do regime fechado porque, segundo o Código Penal, quem pega pena de quatro a oito anos será enquadrado no regime semiaberto, o que significa que poderá pleitear o direito de trabalhar e apenas passar a noite no dormitório, ou mesmo em casa.

A possibilidade de o réu ficar em casa é maior, já que o país não dispõe de estrutura adequada para abrigar os detentos do regime semiaberto.
Entre os seis parlamentares que tiveram o cálculo das penas definido hoje, Pedro Corrêa é o único que vai cumprir a pena no regime fechado. Ele é ex-presidente do PP e ex-deputado federal por Pernambuco.

O ex-deputado foi condenado a nove anos e cinco meses pelos crimes de corrupção passiva, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

O julgamento do mensalão está chegando ao fim.

Na próxima sessão, que será realizada na quarta-feira (28/11), o STF fará a dosimetria de apenas três réus: João Paulo Cunha, deputado federal do PT-SP, condenado por corrupção passiva, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro; Roberto Jefferson, presidente do PTB e ex-deputado federal do PTB-RJ, condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro; e Emerson Palmieri, ex-tesoureiro informal do PTB, condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
Confira as penas definidas hoje pelo STF

JOSÉ BORBA: 2 anos e seis meses, além de 25 dias-multa
(ex-deputado federal pelo PMDB e atual prefeito de Jandaia do Sul-PR)
Crime: corrupção passiva
BISPO RODRIGUES
: 6 anos e 3 meses, além de 290 dias-multa
(ex-deputado federal do PL no Rio de Janeiro)

Crimes: corrupção passiva e lavagem de dinheiro
ROMEU QUEIROZ: 6 anos e seis meses, além de 330 dias-multa

(ex-deputado federal do PTB-MG e atual deputado estadual pelo PSB)
Crimes: corrupção passiva e lavagem de dinheiro
VALDEMAR COSTA NETO: 7 anos e 10 meses, além de multa
(ex-presidente do PL, atualmente deputado federal pelo PR-SP)
Crimes: corrupção passiva e lavagem de dinheiro
PEDRO HENRY: 7 anos e 2 meses, além de 370 dias-multa
(deputado federal do PP-MT)
Crimes: corrupção passiva e lavagem de dinheiro
PEDRO CORRÊA
: 9 anos e 5 meses, além de 450 dias-multa
(ex-presidente do PP e deputado federal por Pernambuco)
Crimes: formação de quadrilha, corrupção passiva e lavagem de dinheiro

Ana Letícia LeãoDiego Abreu

Saiba mais…

Valdemar Costa Neto é condenado a sete anos e dez meses de prisão Ex-deputado Romeu Queiroz deve cumprir regime semiaberto

Ex-deputado federal José Borba não ficará preso

STF retoma cálculo das penas de réus do mensalão

Cinco dos 16 réus que tiveram a pena calculada devem escapar da cadeia

Leia mais notícias em Especial Mensalão

Ana Letícia Leão – Diego Abreu

Correio Braziliense

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s