Brasil, Comissão da Verdade: Rubens Paiva foi morto pelo DOI-Codi

Da Redação – Sul21* – Porto Alegre – Compartilhar

O procurador geral da República, Claudio Fonteles e coordenador da Comissão Nacional da Verdade confirmou, em entrevista para o portal iG concedida na última quinta-feira (10), que o ex-deputado Rubens Paiva foi morto por agentes do DOI-Codi.

A revelação, baseada em documentos oficiais produzidos pelos órgãos de informação do regime militar (1964-1985), desmente duas versões difundidas há 40 anos: a de que Paiva teria desaparecido em uma suposta operação de resgate pela esquerda ou que tenha sido preso e morto por militares da Aeronáutica. O ex-deputado foi preso em casa, no dia 20 de janeiro de 1971, e levado para a sede do DOI-Codi, de onde não saiu com vida. Fonteles estima que o martírio do deputado durou dez dias.

Os informes e relatórios confirmam também que um dos responsáveis pela prisão, tortura e morte do ex-deputado é o coronel Julio Miguel Molinas Dias, assassinado no dia 1° de novembro do ano passado em Porto Alegre.

Na casa do militar, que à época era chefe do DOI-Codi do Primeiro Exército, a Polícia Civil gaúcha encontrou documentos indicando a passagem de Paiva pelo órgão.

O procurador Claudio Fonteles afirma que os novos documentos encontrados no Arquivo Nacional podem ajudar a esclarece definitivamente o caso Rubens Paiva.

Ele vai divulgar um relatório detalhando as informações encontradas nos documento e que ganham importância histórica por terem sido produzidas pelo regime militar.

*Com informações do iG 

Compartilhar – Redação – Sul21 – Porto Alegre – De logo ali -14/01/13 – 10h59min

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s